Tu cuenta

Iniciar sesión Registro

Login

Usuario
Password *
Recordarme

Crear una cuenta

Los campos marcados con un asterisco (*) son obligatorios.
Nombre
Usuario
Password *
Verificar password *
Email *
Verificar email *
Captcha *
Reload Captcha

Buscar

Redes y RSS

Suscripción e-mail

Recibe el Boletín Diario del Portal

E-mail:

Traducir

Política de cookies

Esta web utiliza cookies propias y de terceros para mejorar la navegación de sus usuarios y obtener información estadística. Saber más

Acepto

Creación da nova organización da mocidade libertaria: Liza

Manifesto fundacional de Liça/Liza

Os passados dias 25, 26 e 27 de julho celebrou-se o I Congresso do Coletivo Estudantil Libertário no qual culminou o trabalho desenvolto dende finais do 2012 e começos do 2013 até iste verão de 2015, do qual nasceu Liça.

No começo desta andaina, há dous anos e médio, entrarom em contato diferentes iniciativas, tanto individuais como de militantes chegadas doutras organizaçons, que em conjunto virom a necessidade de construir umha organizaçom estudantil anarquista co objetivo de acadar umha educaçom livre, entendendo que um dos piares para que ista se desenvolva é a consecuçom dumha sociedade antiautoritária baseada no apoio mútuo e a solidariedade. Umha sociedade baseada na livre asociaçom e desenvolvimento natural, que cada dia que passa som mutiladas polo sistema no qual vivemos.

O feito de organizar-se durante estes anos e participar ativamente nos relativos campos sociais levou a um processo de aprendizagem mediante a praxe, tendo neste período erros e acertos que faz desta experiência umha etapa enriquecedora indispensável no relativo à militância.

Como conclusom das análises estudadas neste encontro polas diferentes porta-vozes das assembleias locais decidiu-se que devia ser repensada a nossa estratégia por umha mais acorde ao contexto atual. Desta forma, conforme às nossas possibilidades e desejos, estabelecerom-se ums novos objetivos a curto e médio prazo co fim de impulsar práticas acordes aos princípios de liberdade.

Também se reconsiderou o modelo organizativo e o eido de açom, considerando assim que a nossa organizaçom devia nom só estar limitada ao estudantado ou ao movimento estudantil senom aglutinar a um setor mais amplo. Por este motivo optouse pola construçom dumha organizaçom coa mocidade como sujeito de atuaçom. Este caminho implicou mudar a nomenclatura, polo que se optou por ter umha denominaçom acorde à nova organizaçom.

Assim nasce Liça, que significa “luita, combate”, porque estamos enfrontadas a umha sociedade fundamentada na competitividade e um individualismo negativo e atomizante, reflexo estes dum neoliberalismo extremo e liberticida, o qual reduze a vida a um significante baleiro e a limita a umha mera transaçom mercantil a costa do próprio bem-estar coletivo e individual.

Por esta raçom os objetivos de Liça som os de impulsar a autoorganizaçom da mocidade e fomentar a leitura e a autoformaçom cultural, social e política, assim como o debate e a crítica como médio de análise das ideias e atuaçoms. Queremos impulsar a prática de atividades de lezer afastadas do mercantilismo e da alienaçom social, assim como difundir e praticar os princípios libertários.

A finalidade é a de construir umha base social capaz de artelhar umha revoluçom social, entendendo esta como um câmbio que parte da vontade das pessoas autoorganizadas e nom da toma do poder por parte de quem se autoproclama a nossa dirigente, que tenha por objetivo estabelecer um modelo social e económico baseado no socialismo libertário. A revoluçom significa recuperar as nossas vidas, assim que luitaremos por isto até logra-lo. Declaramos-lhe entom a guerra a capital, Estado, patriarcado, racismo, imperialismo e especismo.

Reafirmamos deste modo as ideias libertárias como instrumento útil ao serviço da mocidade, sacando-as do estado de latência ao dar-lhes o impulso que precisam. Libertárias no sentido de que a liberdade é, para nós, o fim último que deve guiar todo este projeto. Apostamos desta forma pola horizontalidade, a assembleia, a democracia direita e o federalismo como método organizativo e pola autogestom, de maneira que nengum agente ou método de financiaçom externo ponha em perigo a nossa autonomia e a integridade dos nossos valores.

Animamos dende eiqui a toda a mocidade a formar parte deste projeto de formaçom e transformaçom social, organizado e defensor dos princípios libertários pero aberto a todas aquelas pessoas que compartam coma nós o desejo de viver numha sociedade livre de opreçoms, explotaçoms e discriminaçoms.

Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, individualmente diferentes e totalmente livres!

Estatutos: http://www.mocidadenliza.ga/pressentacom/estatutos/ 

http://www.mocidadenliza.ga/ 

Submit to DeliciousSubmit to FacebookSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 Rating 4.50 (1 Vote)

Comentarios

  • No se han encontrado comentarios
Por favor, acceda con sus datos para poder comentar